As 10 piores manias masculinas na cama

qui, 30/12/10
por Bárbara |
categoria comportamento

Mulher não vem com manual. Se nem nós sabemos 100% como funcionamos, como esperar isso de um ser totalmente diferente?

É por isso que esse pequeno manual dos piores erros masculinos na cama veio para ajudar você, rapaz com bom senso que lerá todas as dicas com muito carinho e as botará em prática com a próxima sortuda que na próxima transa não terá tempo de reparar na rachadura do teto do seu quarto.

Seguem aqui então as 10 piores manias masculinas na cama:

1- Clitóris, Fulano. Fulano, Clitóris
Sabe onde fica o clitóris? Se você respondeu que sim, saiba que provavelmente fica uns 2 cm a cima, ou abaixo de onde você acha que é. Não é vergonhoso não saber, o vergonhoso é insistir no erro. Se você de fato estiver no lugar errado, repare nas dicas sutis de que não é bem aí. Dificilmente ela dirá “Você está no lugar errado”, então preste atenção nos movimentos de quadris. Ela não está tendo uma crise epilética, e sim tentando fazer com que seu dedinho vá para o lugar certo.

2- Muita sede ao pote
Nós sabemos que você está louco de tesão, e nós também estamos, mas use a delicadeza a seu favor. Nada de achar que nosso clitóris é campainha, ou que nosso peito é botão de sintonizar rádio. Mais jeito e menos força, querido!

3- Mata Atlântica
Não queremos brincar de Marco Polo com o seu pau. Dar uma leve cortada nos pelos não diminuirá sua masculinidade. Não estamos pedindo depilação com cera quente, apenas uma aparadinha, porque ninguém acha bonito sorrir com pentelho encravado nos dentes.

4- Olha o aviãozinho!
Adoramos ver e sentir você gozando. Afinal, estamos ali para isso, mas se o seu bonitão estiver em nossa boca, é no mínimo delicado avisar quando o aviãozinho estiver a caminho. Cama não é lugar para sustos.

5- Nem 8, nem 80
Adoramos uma rapidinha, mas rapidinha todo dia não dá. Pratique o auto-controle. Não existe tempo de duração, mas é certo que depois de duas horas dentro, a única sensação que você nos dará é a dor de uma ‘Grace Kelly’ esfolada no dia seguinte.

6- Violência
Um tapa na cara bem dado é super excitante, mas como já falado, nada no susto é bem recebido. Dê a entender que o tapa está por vir. Nenhuma mulher quer se sentir no UFC, então não se esqueça que um tapa pode até ser legal, um soco nas costas não.

7- Oops, buraco errado
Não nos venha com desculpinha de que errou o buraco que te mandaremos de novo para as aulas de Anatomia. O ânus é tipo a montanha russa mais desejada, você fica horas na fila, sua horrores, mas quando finalmente consegue, são aqueles minutinhos que te farão lembrar da Disney inteira.

8-Aposente as meias
Não ache que estar pelado é só dos joelhos pra cima. Suas meias também fazem parte da vestimenta que deve ser completamente retirada e jogada no chão do quarto. Assim como você nos quer completamente pelada, nós também te queremos assim.

9- Brincando de basquete
Nossa cabeça não é alça de boquete. Se estamos te chupando, é porque queremos e gostamos, não se preocupe que não iremos fugir pra lugar nenhum. Empurrar nossa cabeça durante o sexo oral não é sexy. Nos fazer engasgar muito menos.

10- Obrigada pelo quê??
Não estamos fazendo um favor transando com você. Se conseguiu nos levar para a cama, leve isso como um presente que foi conquistado por você mesmo. Você anda comendo puta demais, mulher normal é diferente. Não agradeça!

As preciosas dicas são da Marina, do Corra Mary

Top Saliência

qui, 30/12/10
por Bárbara |
categoria comportamento

Gente, olha só que interessante a notinha que saiu nesta quinta-feira, na coluna Gente Boa, do Segundo Caderno do jornal “O Globo”.

O canal Sexy Hot fez o “top five” do perfil saliente do brasileiro. Confira o resultado!:

1 – Sexo com uma pessoa é melhor, mas sonha-se em acrescentar um terceiro elemento

2 – Para eles, bumbum bom é popozão; para elas, tamanho também é documento!

3 – Os ‘trintões’ são os piores parceiros.

4 – O melhor lugar para fazer sexo é na varanda

5 – As preliminares e o abracinho depois são interessantes, porém, bom mesmo é o durante.

O bordel das bonecas

qua, 29/12/10
por Bárbara |

Construir uma boneca erótica, no Japão, no estilo real Dool, é uma arte.  Aliás, as ‘bonecas do prazer’ são perfeitas e diga-se de passagem bastante diferente das bonecas infláveis comuns que se comercializam por aí afora.

Porém, acredite se quiser,  lá na terrinha do sol nascentea, os japoneses não compram definitivamente as bonecas e as levam para suas casas, mas pagam pelo horário para desfrutarem da companhia da ‘moça-brinquedinho’.’

As primeiras bonecas desse tipo foram criadas há três décadas para pessoas com deficiências que, de outra forma, não poderiam desfrutar de um chamego feminino. No entanto, com o passar do tempo, alguns homens passaram a se sentir mais confortáveis na companhia das bonecas do que na companhia de mulheres de verdade.

Atualmente, são feitas de silicone e seguem o estilo de garotas de mangás e animes, para os fãs. As bonecas realistas custam cerca de US$ 6  mil dólares, mas como disse antes, existem certos estabelecimentos que “alugam” as bonecas por um tempo limitado.

Normalmente, os clientes são tarados tímidos e se sentem mais confortáveis com um ser inanimado do que com uma mulher de carne e osso.

A maioria dos bordéis de bonecas oferece roupinhas especiais e vários modelos delas, porém alguns clientes preferem levar seus próprios acessórios.

Segundo os admiradores das fêmeas artificiais, elas não reclamam de nada, não cobram presentes nem visitas a restaurantes caros e não traem. Só se esqueceram de mencionar uma característica também importante:  a ausência de sogras!

Leia também:

- Empresário encomenda boneca igual a ex

- Lady Gaga vira boneca inflável

- Faça uma ‘real doll’ caseira!

- Roxxxy, a primeira robô do sexo

- Famosas infláveis

- Conheçam as ‘Real Dolls’

O que acontece quando o Pinóquio mente?

qua, 29/12/10
por Bárbara |
categoria .

A criatividade das pessoas é algo que me deixa muito impressionada…

Olha só essa cueca samba-canção sacaninha que inventaram com a cara estampada do Pinóquio.

Não achou nada demais? Pareceu incompleta pra você?  Então esqueça, pois tem certas piadas, situações e imagens que definitivamente dispensam maiores explicações…

Só fico imaginando os apelos das namoradas cheias de tesão na cama: “Comece a mentir, Pinóquio, vai, minta…!!!”

Kinect e sexo: diversão em dose dupla

ter, 28/12/10
por Bárbara |
categoria games
| tags , , ,

Antenadinhos que são, vocês certamente já devem ter ouvido falar do “Kinect”.

Trata-se de um jogo eletrônico com um sistema de detecção de movimento que dispensa controles físicos, simplificando a interação e ainda adicionando uma interação completamente nova aos jogos. A promessa é monstruosa, mas é o que a Microsoft quer alcançar com o Kinect, o novo sistema de detecção de movimento lançado para o Xbox 360.

E não é que o tal Kinect inspirou a produtora ThriXXX, especializada em desenvolver jogos de simulação com apelo sexual, a criar um simulador sexual 3D específico. O usuário pode interagir com a personagem e o toque virtual é observado diretamente na telinha.

O simulador tem versão demo, mas a Microsoft já afirmou que não irá liberá-lo para a comercialização. A proposta é interessante, contudo a liberação desse tipo jogo é complicada, trata-se de um tema delicado e polêmico. Que falso moralismo!

A aceitação do Kinect no mundo é crescente, entretanto, a disponibilidade do produto não está acompanhando a demanda.

Quem ficou decepcionado com isso foi a galerinha da Terra do Sol Nascente, ávidos consumidores de jogos de temáticas sexuais.

Leia também:

- Camuflando o joguinho erótico

- Game inspira lingeries sensuais

- Sexo, drogas e anarquia

- Louvado seja o Nintendo!

Tesão nas alturas

ter, 28/12/10
por Bárbara |
categoria .

“O amor não é aquilo te leva às

alturas entre quatro paredes

O nome disso é elevador!”



Tenha Tenga, prazer solitário

seg, 27/12/10
por Bárbara |
categoria brinquedinhos

Dizem que o cachorro é o melhor amigo do homem! mas há controvérsias…

Vocês por acaso já ouviram falar do “Tenga“?

Resumindo:  São tubos plásticos, destinados aos homens que curtem um prazer, digamos… solitário!

São cinco modelos à disposição. Cada um deles simula uma sensação diferente, ou seja, segundo a fabricante, os tubos são anatomicamente desenhados para serem capazes de recriar diferentes posições sexuais.

De acordo com a empresa responsável pela fabricação desse peculiar produto, o brinquedinho foi especialmente desenvolvido para oferecer ao homem as mesmas sensações do sexo oral…

Só podia ser mesmo coisa de japonês! Curtiu o Tenga e está cheio de tesão aí e se sentindo solitário? Confira então o site do fabricante.

Conversa sobre Sexo

seg, 27/12/10
por Bárbara |
categoria comportamento

Como falar sobre sexo com crianças ? Em casa ou na escola, como lidar com as primeiras dúvidas ou situações que deixam pai e mãe de “cabelo em pé”?

Os pais, em geral, são pegos de surpresa e buscam uma saída para essas situações. Se a criança não acha espaço para encontrar as informações de que precisa, ela começa a buscar em outras fontes, como os amigos da escola, filmes, revistas, sites na internet. O problema é que essas fontes nem sempre são confiáveis…

Veja abaixo um curta-metragem bem divertido, que exemplifica com muito humor essa curiosidade infantil tão comum.

obs: Só porque o moleque  interpreta o filho do Eri Johnson, colocaram uma pinta também em seu rosto… heheh

Vale lembrar que, na educação de um filho,  o sexo também deve fazer parte do aprendizado. O mais importante é tratar do assunto com muita naturalidade, entendendo que é um processo normal. Conversar é sempre bom, falar a verdade também. Assim a criança cria confiança para conversar e perguntar…

Japa processa Google por exibir suas calcinhas

qui, 23/12/10
por Bárbara |
categoria curiosidade

Jamais confundam Oportunidade com Oportunismo!

Uma japinha da cidade de Fukuoka decidiu processar a Google em 600 mil ienes (cerca de R$ 12 mil) só porque o serviço Google Street View exibiu imagens de suas roupas íntimas penduradas no varal.

O processo, que foi iniciado em outubro, só veio à tona agora. A dona das calcinhas e sutiãs não quis se identificar e alegou ao jornal local “Mainichi” que sofreu estresse psicológico e ficou bastante abalada e ansiosa ao constatar a divulgação de seu varal. Segundo a japa, o fato poderia ser marcado como um “crime sexual”, conta o site do tablóide inglês “The Telegraph”.

A exagerada ainda relatou ao tribunal que perdeu seu emprego e que precisou mudar de endereço após tal exposição.
Seus advogados de defesa, afirmam que o choque de ver suas intimidades divulgadas na grande rede agravou ainda mais o seu já existente transtorno obsessivo-compulsivo, fazendo-a imaginar que tudo o que ela fazia poderia estar sendo gravadoe impedindo-a de trabalhar.

O serviço Street View já ecoleciona inúmeros processos e problemas internacionais: fotos envolvendo crianças sem roupa no jardim, meninas caídas na calçada, gente urinando na rua, e até mesmo o Pentágono, ressalta o site do TG Daily.

Vale lembrar que os carros não entram na casa de ninguém, ou seja, tudo que está sendo fotografado é passível de ser visto na rua. De toda forma, a Google já havia retirado as imagens “ofensivas” em outubro, data em que a reclamante entrou com um processo contra a empresa na justiça japonesa.

Teste da camisinha

qui, 23/12/10
por Bárbara |
categoria vídeo

É fato que vídeos cuja temática é a babaquice se proliferam na internet! A molecada vibra com gente se lesionando, zoações, destruições, nojentices, pegadinhas… Alguns são até criativos e menos loucos e podem servir para divulgar informações e produtos. Mas infelizmente, hoje em dia, para obter seus segundos de fama, basta ter uma ideia na cabeça e um celular (com recurso de fimagem) na mão…

Todos sabem que Diversão e Prazer caminham juntos. E sexualmente falando, para obtê-los com segurança, nada mais indicado do que usar camisinha nas relações.  Preservativo proporciona diversão, mas é coisa séria!

Vejam o vídeozinho abaixo e depois tentem me responder: o que será que leva uma pessoa a ter uma ideia idiota dessas? Se a mãe desse infeliz tivesse usado uma camisinha, talvez não assistiríamos a cenas como essa:

Se eu pudesse aconselhar o gringo paspalho, diria que a melhor maneira de testar uma camisinha é na cama com uma mulher !!!