Pornô de Marilyn Monroe será leiloado

qua, 20/07/11
por Bárbara |
categoria celebridades

Nada como o tempo para nos trazer e revelar histórias interessantes, segredos e mistérios… Vocês já ouviram falar de um filme clássico da modelo e atriz Marilyn Monroe chamado “Nunca fui santa!”??

O título parece até profético, pois a loirinha hollywoodiana nunca foi santa mesmo! Eis um exemplo prático: Uma das duas únicas cópias conhecidas do suposto curta-metragem pornô que Marilyn Monroe filmou antes de ficar famosa vai ser leiloado no dia 7 de agosto em Buenos Aires, com um valor inicial de US$ 500 mil, mas o responsável pelo evento espera que seja arrematada pelo dobro.

 

O leilão vai ser realizado na primeira Feira Internacional de Colecionismo Cinematográfico de Buenos Aires, informaram nesta terça-feira os organizadores do evento em entrevista coletiva, na qual foi exibida parte do curta que foi rodado por volta dos anos 1946-1947.

A fita que será leiloada é a única cópia conhecida em 8 milímetros do filme, explicou o responsável pelo leilão, o espanhol Mikel Barsa.

O curta, que estava nas mãos de um colecionador espanhol que morreu recentemente, foi feito em preto e branco e tem cerca de seis minutos de duração. Foram os herdeiros que ao encontrar a importante coleção, descobriram esta joia e entraram em contato com Barsa, que já tinha comercializado a única cópia deste filme, rodado em 16 milímetros. Quando descobriram a peça em 1997 levantou-se uma grande polêmica sobre sua veracidade, já que muitos puseram em xeque que a protagonista fosse verdadeiramente Norma Jean, nome verdadeiro de Marilyn Monroe. No filme Norma Jean não tinha nem 21 anos, sendo assim, era considerada menor de idade em seu país.

Para Barsa, embora ainda haja quem questione a autenticidade, foi possível comprovar que o mito de Hollywood é quem aparece no curta. Para apoiar seu argumento, mostrou na entrevista coletiva a carta que em 1996 o diretor do American Filme Institute lhe enviou, na qual afirmava que não era ela, mas sim “sua irmã gêmea”. O realizador também se referiu aos documentos da polícia federal norte-americana (FBI) que investigou o polêmico filme, que a suposta Marilyn aparece se masturbando com um vibrador e fazendo sexo com um homem. Loirinha safadinhaaaa!

Nesses documentos, o FBI comprovou que as joias usadas no curta também foram vistas em outras gravações e fotos da época. Essa primeira cópia em 16 milímetros foi projetada em 1997 em várias oportunidades e comercializada junto a várias revistas, uma delas a espanhola “Interviú”, antes de ser vendida para um colecionador particular em 2001 por US$ 1,2 milhão.

 

Barsa afirmou nesta terça-feira que foi um oficial americano que levou estes filmes a França, onde ficaram esquecidos por décadas em um antiquário de Paris, até dois colecionadores espanhóis, que eram amigos, os comprarem com outras fitas sem saber de seu real valor.

“Anos depois, ao assisti-los, se deram conta de que a personagem se parecia muito com Norma Jean, antes de se tornar Marilyn”, relatou Barsa.

O responsável pelo evento afirmou que já recebeu duas polpudas ofertas de dois colecionadores da Noruega e do Japão por este material. Porém,”conhecendo os fãs da diva”, ele acredita que no leilão, no qual os interessados vão poder participar também pela internet, o valor final supere US$ 1 milhão. O filme está em “excelente estado”, apesar de ser antigo, disse Barsa, que, no entanto, admitiu que tiveram que restaurá-lo “já que algumas janelas estavam um pouco queimadas e alguns fotogramas deteriorados”.

A Feira Internacional de Colecionismo Cinematográfico de Buenos Aires, que acontecerá nos dias 6 e 7 de agosto no Centro Cultural Borges, é o primeiro evento deste porte realizado na América do Sul. Além do curta de Marilyn, serão leiloadas “milhares de peças” cinematográficas, como posters, filmes originais, trilhas sonoras e autógrafos de celebridades.

Em 2008, um empresário de Nova York pagou US$ 1,5 milhão por uma cópia ilegal de um filme confiscado há mais de 40 anos pelo FBI, que supostamente aparece Marilyn fazendo sexo oral em um homem, que alguns especulam ser um dos irmãos Kennedy, algo difícil de comprovar já que não dá para ver o rosto. Marilyn morreu em 1962, aos 36 anos, e tudo indica que ela teve um caso amoroso com o presidente John F. Kennedy e com seu irmão e candidato à presidência Bob Kennedy.

Leia também:

> Filminho de Marilyn Monroe, relíquia erótica

> A chupeta mais cara da história

> Lindsay como Marilyn

 

Com preciosas informações daqui.

Camarote especial para mentes poluídas

qua, 20/07/11
por Bárbara |
categoria celebridades

Olha a imagem abaixo e repare a fisionomia feliz e emocionada da gatinha cantante…

Me parece que o felizardo ursinho de pelúcia também tem motivos de sobra para sorrir…

 

Calma galera, é apenas o microfone que a loirinha cantora está segurando…hehehe

Achou impróprio, inadequado, erótico? Você talvez não, mas o Facebook e seu conservadorismo exagerando considerou que sim! O site de relacionamentos retirou essa foto, que a cantora Kylie Minogue colocou em sua página segurando um ursinho, que inclusive foi jogado depois de brinde para a platéia, durante uma apresentação dela na boate G-A-Y de Londres.

Segundo o Huffington Post, Kylie além de ter sua foto retirada, ainda recebeu o seguinte e-mail padrão dos administradores do FB: “Não permitimos fotos com nudez, uso de drogas ou violência”. Hahahahaha! Fran-fran francamente minha gente, em qual dessas ocasiões a foto do ursinho se encaixa, pô?

Sem comentários! Aliás, diante de tanta hipocrisia e falso moralismo, comentar o quê, né?

Leia também:

- Ilusão de ótica ou erótica 5

- Sexo e sedução na Disney

- Sexo e sedução na Disney

- Pernas longas ou pênis longo?

Visão sacana

- Você vê erotismo em tudo?

- Sombra pra cacete

- Ilusão de ótica ou erótica?

- Ilusão de ótica ou erótica II?