O polêmico “Fio Terra”

seg, 30/01/12
por Bárbara |
categoria comportamento

“Fio Terra”: eis um assunto sobre o qual a esmagadora maioria dos homens evita tagarelar – seja na mesa do bar ou na sala do escritório. Só o nome popular dessa prática, porém, já é suficiente para deixar sem reação muitos deles.

Pouquíssimos são os heterossexuais que praticam essa modalidade sexual e falam sobre ela abertamente. Menor ainda é o grupo que confessa realmente gostar dela. O principal motivo, claro, é ser tachado de homossexual por apreciar a estimulação do ânus.

A estimulação anal também é conhecida como ‘Beijo Grego’ – uma prática comum na Grécia antiga e também conhecida como anilingus. A região anal é uma zona erógena supersensível e, ao ser estimulada por seus lábios e língua, fará com que ele suba pelas paredes de tesão.

Mas, de acordo com especialistas, a região anal, quando tocada, traz grande carga de prazer para muitas pessoas, sejam mulheres ou homens. A parte externa do ânus, “eu disse externa”, não tem nada haver com penetetração, concentra várias terminações nervosas e, por isso, as carícias feitas ali podem provocar muitas sensações. A parte interna do ânus também produz essas sensações, principalmente porque, nos homens, ali é possível estimular a base interna do pênis, o duto ejaculatório e a próstata.

Animada para surpreender seu homem numa destas noites quentes de verão? Então, sonde o terreno antes. É que muitos homens consideram o lado B proibido e nutrem preconceito em relação a qualquer manipulação mais intensa ali.

“Na cultura brasileira, admitir que gosta de ser lambido ou beijado no ânus é praticamente sinônimo de homossexualidade. Mas trata-se de uma grande bobagem e um mito”, esclarece Alexandre Saadeh, doutor em psiquiatria pela Universidade de São Paulo (USP), especialista em sexualidade humana e professor da PUC-SP.

“Essa zona é estimulável sexualmente e pode gerar satisfação intensa. Deixando claro: ser homossexual é sentir desejo por alguém do mesmo sexo. Ter prazer na região anal não faz ninguém mudar de opção sexual”, reforça Saadeh.

Fontes: Flávia Pegorin (http://estilo.ig.com.br) E www.nova.abril.com.br

 

Você é casado? -Não, xoxoteiro!

seg, 30/01/12
por Bárbara |
categoria vídeo

Vida de solteiro e de casado tem suas vantagens para homens e mulheres dependendo do momento ou situação. A variação é o valor que certas coisas tem para cada um.

Porém, é sempre o solteiro que vai se vangloriar do fato de ter a oportunidade de pegar cada mulher que existe na terra,  se esquecendo que o casado já o fez e resolveu sossegar. Solteiros depois de um tempo querem casar. Casados depois de um tempo querem ser solteiros novamente…. Eterno dilema!

Esse hilário vídeozinho traduz bem esse sentimento masculino, de inveja à solteirice, dos típicos joguinhos inicias durante o processo de conquista, de mostrar que, apesar de casado, não perdeu seu poder de sedução, conhecimento e pricipalmente, a prática de impressionar suas mulheres…  Será?

Dedicado a todos os homens casadões que desejam “dar um gás” na relação!

“Solteiro é o galo do terreiro
O dono do galinheiro
Faz da vida o que bem quer.
Casado,  é orgulhoso da família
Se tem mulher que o admira
É a filha ou a mulher…”

Reparam hoje que neste post o humor compartilhou espaço com matrimoniais divagações filosóficas?! rs

Mas é isso, minha gente… No final das contas, ‘a grama do vizinho é sempre mais verde’ e o ser humano nunca está satisfeito com o que tem.