E foi dada a largada…PIP 2014!

seg, 07/04/14
por Bárbara |

Todos sabem que sou viciada em filmes pornô, certo? Já cansei de falar isso aqui no blog e não canso de repetir…

Bem, desde que comecei a escrever este blog, infelizmente fomos acompanhando e vendo grandes nomes do cenário nacional se aposentar e largar a indústria, além de ver há cada ano o número de produções feitas em terras brasileiras cair drasticamente. Quem acompanhou o auge, quando atrizes e atores de novelas famosas foram fazer pornô, atualmente se sente meio orfão. Se fosse citar aqui todas as atrizes que já se aposentaram e fazem uma falta tremenda, ficaríamos o dia inteiro…

Pois bem, por mais que a indústria de produções nacionais esteja balançando, neste tempo todo o canal Sexy Hot se manteve como um bastião, um lugar que não importa quando, você sempre vai encontrar as melhores produções nacionais que estão disponíveis no mercado. Passa ano, vem ano e o Sexy Hot permanece firme e forte, sempre com o intuito de trazer o melhor do conteúdo adulto nacional para todos e todas.

E foi pensando nisso, em uma maneira de premiar os conteúdos feitos aqui e estimular novas produções e o surgimento de novas atrizes que o Sexy Hot tem o orgulho de nos apresentar o PIP!

Mas o que exatamente seria isto?  De acordo com o pessoal que pensou o evento:

“Se você ainda não ouviu falar no PIP, vale a pena parar para ler isso.

Você vai poder participar ativamente – seja produtor ou apenas fã da indústria.

PIP é a sigla para Prêmio da Indústria Pornô.

Em vários países do mundo, prêmios como esse acontecem há anos (por exemplo: Espanha, Alemanha, Canadá, Estados Unidos), mas ainda não vimos nada parecido por aqui.
Portanto, em 2014, o Sexy Hot faz acontecer no Brasil o Prêmio da Indústria Pornô nacional.

É isso aí! Ousado, inovador e inédito.

Você, que de vez em quando assiste pornô e gosta das produções nacionais, vai ter a oportunidade de votar e ajudar a escolher os vencedores de cada categoria.”

Serão 15 categorias no total divididas entre Voto Popular (publico decide) e Júri Técnico (profissionais da indústria decidem).

Voto Popular:

Melhor cena de orgia
Melhor cena de fetiche
Melhor cena de sexo oral
Melhor cena de DP
Melhor cena de sexo anal
Melhor atriz
Melhor ator
Melhor ator (homossexual)
Melhor atriz (transexual)
Melhor título (inteligente/divertido)
Revelação do ano

Júri Técnico:

Melhor filme (heterossexual)
Melhor filme (homossexual)
Melhor filme (transexual)
Melhor Diretor

As datas:

De 04/04 a 01/06: inscrições abertas para produtoras cadastrarem seus materiais.
De 12/09 a 13/10: votação aberta para público e júri técnico decidirem os vencedores.
14/10: cerimônia de premiação. (a grande noite!)

E como o evento vai funcionar:

PIP vai acontecer em duas etapas:

Em um primeiro momento, as produtoras vão se inscrever nas categorias disponíveis.
E, depois que o Sexy Hot selecionar os 3 indicados para cada categoria, eles vão à votação, popular e do juri técnico.

Entrem no site, curtam, compartilhem! Se você é produtor, inscreva seus materiais e boa sorte! Se você é como eu, uma ansiosa espectadora, vamos esperar para ver quem vai concorrer a que, ver tudo e votar loucamente nos nossos favoritos. A votação por parte do público começa em setembro, podem anotar na agenda já (mas para quem esquecer, pode deixar que ainda haverão muitos e muitos posts acompanhando o progresso e o desenrolar do PIP).

Beijinhos,

Lady na sociedade, puta na cama…

sex, 04/04/14
por Bárbara |

Todas as mulheres tem fetiches, mesmo as que parecem mais recatadas…

Beijinhos e exxxcelente sexxxta!

—————

Sexo quente, com pegada e regado a uma sacanagem gostosa… é assim que eu gosto, é assim que me excita. Sempre tive uma safadeza enorme dentro de mim, mas apenas entre quatro paredes, porque em minha opinião, toda mulher deve comportar-se como uma lady na sociedade e como uma puta na cama.

Branca, com 1,72m e 60 kg, eu sempre tive pernas grossas e bumbum grande, como uma legítima baiana que sou. Nasci e resido, em Salvador. Na verdade, me considero “baiúcha”, pois meu pai é baiano e minha mãe, gaúcha… e foi dela que herdei os cabelos lisos, volumosos e castanho escuros, que vão até abaixo da cintura.

O Jasper era um homem maravilhoso, de 1, 85m, 75 kg, cabelos castanhos claros e olhos verdes… com um defeito: morava em SP, longe demais de mim. Sentia uma atração absurda por ele e sempre que o imaginava, meu corpo tremia e eu ficava toda molhadinha. E o pior: ele tinha consciência, dos efeitos que causava em mim.

Até por telefone, Jasper me fazia gozar como uma cadela no cio. Ele me chamava de cachorrinha e aquilo me deixava ensandecida de tesão.

Precisei viajar para SP, a trabalho. Como ele é Advogado e eu, estudante de direito… acabei convidando-o para participar de um coquetel da empresa, que com certeza, seria uma boa oportunidade de contatos profissionais pro Jasper. Enviei o convite para seu e-mail e na hora marcada, ele estava na recepção do hotel me aguardando. Desci às 20hs e nos encontramos no saguão. O coquetel aconteceria, em uma sala de festas do próprio hotel onde eu estava hospedada. Ele estava de terno e gravata e aquela visão, recheou meus pensamentos de sacanagens e afins. A minha vontade era rasgar aquele terno em seu corpo e enlouquecer em seus braços ali mesmo. Eu estava de vestido longo cor de vinho, formal, com um decote generoso nas costas, o que fez com que o Jasper me comesse com os olhos.

Tudo correu tranquilamente bem, durante o coquetel e trocávamos olhares de desejo. Eu não via a hora de sair dali e me entregar inteira. Pouco antes de terminar o evento, dei a desculpa de que acompanharia o Jasper até o carro, para nos despedirmos. Quando estávamos nos direcionando para a saída… ele me pede que espere um momento e pega uma caixa que havia deixado na recepção. Fomos até seu carro e antes de abrir a porta, Jasper me entrega a caixa e quando eu abro, encontro uma coleira preta e grossa… de cadela mesmo, daquelas compradas no supermercado. Ficamos calados, ele pegou a coleira e colocou em meu pescoço. Segurou pela correia…. me puxou para si e beijou-me de maneira quente e excitante. Entrei no carro, com o Jasper segurando a coleirinha. Senti minha buceta escorrer e estava adorando aquele joguinho. Imaginei mil coisas… todas relacionadas à mais indecente putaria, que pode ocorrer entre duas pessoas.

Ele liga o carro e permanecemos calados. Eu olhava e aquela situação dele estar dirigindo, passando a marcha do carro com a coleira em sua mão… me deixava encharcada. Eu estava explodindo de vontade de dar minha bucetinha. Precisava ser “preenchida” naquele instante. Entramos em um motel e eu apenas aguardava suas instruções, toda molhada. Ele agia como se nada tivesse acontecendo e aquela sensação de não saber o que estava por vir, me dava medo e um tesão incontrolável.

Entramos na garagem, ele desligou o carro, veio para meu lado, abriu a porta do passageiro e novamente segurou a coleira. Quando ele parou em minha frente, eu ainda sentada no banco do carona, abri sua calça e comecei a alisar seu pau, que logo deu sinal de vida. Iniciei uma mamada deliciosa e ele, apoiado com a cabeça no teto do carro, fechou os olhos e gemeu. Eu colocava aquele cacete inteiro em minha boca e o sentia na garganta. Os movimentos de Jasper para frente e para trás, faziam com que minha boca fosse fodida de uma maneira vigorosa.

Nesse momento, achei que eu deveria entrar no jogo pra valer, pois a excitação que tomava conta de mim, era maior que tudo. Ele estende sua mão, para me ajudar a levantar do carro e para sua surpresa, desci escorregando pelo banco e fiquei de quatro no chão, engatinhando. Jasper me olhava, sem acreditar no que via: ele segurando a coleira e eu de quatro no chão, esperando ser guiada pelo meu “dono”. Eu sabia que quando engatinhasse à sua frente, meu vestido que era justo na cintura, deixaria uma visão excitante do meu rabo. E não deu outra… Jasper enlouqueceu. Fechou a porta do carro e foi me levando. No capô do carro, ele puxa a correia, me fazendo levantar e ficar com as mãos apoiadas toda empinada para ele. Iniciamos uma sessão de “roça-roça” e seu cacete era pressionado em meu cuzinho. O que mais me deixava ensandecida, era que ele não soltava a coleira hora nenhuma e puxava meu pescoço para trás sussurrando “Cadela gostosa!” em meu ouvido.

Senti o zíper atrás do meu vestido, ser completamente aberto e eu rebolava como uma puta. Sabia, antes mesmo do coquetel, que seria traçada e como sempre, eu estava “preparada” com uma calcinha vinho de renda, toda enfiadinha. Fiquei apenas de calcinha, salto alto e coleira. Eu estava me sentindo a mais vagabunda das mulheres e minha buceta contraía, pedindo. Meus seios foram agarrados por trás e seu pau entrou no meio das minhas pernas. Com uma mão na correia da coleirinha e a outra segurando meus cabelos com força, perto da minha nuca, ele me mordia nas costas e eu gemia como uma vadia. O tesão era tanto, que não deu tempo nem de subirmos para a suíte. Minha calcinha foi puxada pro ladinho e senti seu pau latejando, adentrar em minha buceta, até sumir completamente. Que tesão! Fiquei maluca!

“Era isso que você queria sua vagabunda?” – Essas palavras, me deixavam enlouquecida. Jasper me fodeu gostoso naquela posição, sempre com a coleirinha. Quando puxava e eu sentia a pressão da coleira em meu pescoço… aí que eu ficava com mais vontade de trepar ainda. Nossos gemidos se misturavam e nossa respiração ficava cada vez mais descompassada. Que delícia! Que homem!

Jasper se desencaixa de mim e me vira de frente. Deita minhas costas no capô e me coloca de “frango-assado”. Minha vontade era gritar. Queria ser fodida com vontade. Minha buceta escorria, de tão encharcada. Socando gostoso, ele de vez em quando, me puxava para frente pela coleira e chupava minha língua com volúpia. Não demorou muito e eu explodi em um orgasmo inacreditável. Ele sorria e dava tapas em meu rosto, enquanto eu gozava. Que gozada indescritível!

Deitou-se sobre meu corpo e me beijou deliciosamente por alguns minutos. Demonstrando que mesmo me tratando do jeito que eu gostava, nutria um carinho sem palavras por mim. Nos encaixávamos de uma maneira sem igual. Percebendo que seu pau ainda estava “à postos”, afastei-o de mim e escorreguei pelo capô… até ficar agachadinha em sua frente, apoiada no salto alto. Voltei a mamar e ele apoiou suas mãos no capô. Eu mamava e acariciava suas bolas, arrancando gemidos do Jasper. Chupava a linha entre o pênis e os testículos, e sempre dava um jeito de olhar em seus olhos, demonstrando o quanto eu estava realizada. Sentia que seu gozo estava por vir e parei de chupá-lo. Subi, lambi sua orelha e sussurrei: “Sua cachorrinha quer leite no cuzinho… Me enraba?!”.

Jasper me virou de uma forma bruta, afastou minhas pernas com seu pé… e posicionou. Enfiou de uma vez e me fez gritar. Acho que os nossos vizinhos de quarto, ouviam toda a putaria que ali acontecia. Eu estava descontrolada. Senti cada estocada e toda a “raiva” dele por eu ter interrompido a mamada. Que delícia! Sendo puxada pela coleira e com um cacete no rabo.. fui enrabada e tive meu cuzinho arrombado, por quem eu mais queria que fizesse isso. Jasper gozou me xingando inteira. Com as pernas tremendo, ele deslizou pro chão e eu, fiz o mesmo. Ficamos agarrados na frente do carro, no chão, extasiados do prazer que proporcionamos um ao outro.

Óbvio que subimos depois para a suíte, tomamos um banho delicioso e descansamos na cama. O que aconteceu depois? Isso fica pra outro conto. Espero que gostem. Beijos…

via casadoscontos

Disney Erótica

qui, 03/04/14
por Bárbara |

Quem aqui não conhece ou já viu as princesas da Disney? Branca de Neve, Mulan, Cinderela, só para citar algumas…
Um ilustrador mexicano chamado Biaani resolveu mostrá-las de uma maneira bem diferente, criando a série “Sexy Disney Princesses and Heroines”. Bem, pelo título já dá para imaginar como elas foram representadas né…só de lingerie, estilo pin-up!

Divirta-se!

Obs: Encontrei o trabalho dele no Devianart. Se vocês não conhecem este site, vale a pena dar uma olhada. Ele é praticamente um hub onde diferentes artistas exibem seus trabalhos, para diferentes aplicações. Entrem lá para dar uma explorada, é bem interessante.

Beijinhos,

 

#AfterSexSelfie

qua, 02/04/14
por Bárbara |

Depois da moda desenfreada de fotos, fotos de comida, fotos de fotos, chegamos a moda das selfies. Não se pode entrar em uma rede social sem ver pelo menos uma foto de selfie, ainda mais depois da foto fenômeno do Oscar…e você achou que ia parar por ai? Claro que não! Agora a nova moda é fazer selfie depois do sexo!

Após uma pesquisa rápida, já existem mais de 5000 fotos com a hashtag #AfterSexSelfie no Instagram!

E ai, vão aderir a nova moda?

Beijinhos,

Apimentando a relação…

ter, 01/04/14
por Bárbara |

Um post de utilidade pública…

Sua relação caiu na monotonia? Vocês olham um para a cara do outro e não sabem mais o que fazer? Se você respondeu que sim, vai, vamos lá, eu aqui ajudo vocês a superarem esta fase difícil que todo o casal passa. A melhor dica que tenho para dar é: tentem ir a um sex-shop. Sério, é muito bom ver as novidades e pensar no que vocês poderiam acrescentar na hora da transa. Mas já até imagino grande parte aqui: mas Bárbara, a gente tem vergonha de ir, morremos de vergonha, que que vão pensar da gente?

Resposta: Só usar a Loja Sexy Hot!  Entrega segura, rápida e discreta. Não tem mais desculpas! E, por favor, já passou do tempo de que casal não pode incrementar a hora do sexo com brinquedinhos eróticos. Garanto que a coisa toda vai ficar muito mais gostosa com o acréscimo de alguns utensílios básicos…
Para deixar a coisa toda mais fácil ainda, uma pequena lista do que não pode faltar (caso vocês nuncam tenham experimentado comprar este tipo de material):

1) Vibrador:

De primeira necessidade. Você cansou e sua parceira ainda está cheia de vontade? Pegue o vibrador e deixe ele lá fazendo o trabalho dele enquanto você assiste e recupera o fôlego. Além disso, é essencial toda mulher ter um vibrador. É muito importante para a descoberta da sexualidade, do que dar prazer…como ter prazer na relação sexual se muitas mulheres não sabem o que dá prazer para elas? Homem é fácil, só brincar ali no dito cujo e pronto. Mulher é bem mais complexo…consolos normalmente são caros, então é importante escolher algum que pareça confiável, ter um tamanho que agrade e com variações de velocidade e ritmo.

Particulamente, eu recomendaria esses vibradores aqui:

Vibrador de Silicone com Ponta Dupla G-vibe, ou como eu gosto de chamar, “Duck Face”. Sim, ele é um absurdo de caro. Mas pessoal, vocês não sabem os milagres que essa belezinha faz…e pode ser usado pelo homem também (calma galera, para massagear as partes íntimas, não precisa meter nada em lugar nenhum).

- Vibrador Rabbit, o clássico. Estimulação por penetração, rotação da sua base e ainda vem com o estimulador do clítoris. Ou seja, um faz-tudo. E aproveitem, o coelho mais safado de todos está em promoção!

- Vibrador à prova d`água, essencial para momentos no chuveiro ou na banheira. Brilha no escuro, ou seja, é díficil de perder por ai, nos buracos da vida. E é bem baratinho em comparação aos outros, dando uma razoável satisfação. Bom para iniciantes que não querem de cara já ir gastando uma pequena fortuna.

- Vibrador Batom, o camuflado. Um luxo, carregue para todos os lugares que ninguém nunca vai suspeitar do que ele faz de verdade.

2) Itens de BDSM:

Bom, você não precisa ser um tarado por fetiches para comprar alguns destes. Vai dizer que nunca teve vontade de tentar algo diferente, talvez brincar de amarrar ou algemar? Pode deixar as coisas bem mais quentes se a transa de vocês tiverem caído no lugar comum…

Eu recomendo:

Para o pessoal mais light, as algemas-fofas-rosaspompom. Não machucam os pulsos e já deixam a transa com uma pegada mais safada. Agora, para aquela galera que quer algo mais completo e ir com tudo no fetiche:

- Um kit com algemas (toda de metal, sem proteção), venda e chicote. Um luxo!

- Um kit completo de bondade, ou como gosto de chamar, o poderoso. Ele vem com: mordaça, plug anal (uma delícia, por sinal), um massageador vibratório, venda, algemas, predendor de mamilos, vela de cera, penas para cosquinhas e afins, chicote (que não pode faltar), faixa de seda e bolinhas de pompoarismo.

3) Acessórios para as preliminares:

Toda boa transa começa bem antes. Até antes das preliminares, de cair de boca e etc. Por que não começar com uma boa massagem? Assim os dois entram no clima, ficam relaxados e prontos para se dedicarem ao que está por vir.

Eu sempre tenho em casa:

- Velas de massagem (gosto dessa e dessa daqui), uma coisa verdadeiramente deliciosa. Como funciona? Só acender a vela, esperar ela derreter um pouco e usar a cera como óleo de massagem. Incrivelmente, não queima a pele, ele caí com uma temperatura ideal para relaxar. Aí é só caprichar na massagem.

- Kit de cremes comestíveis. Aplique na pele e diverta-se para limpar o parceiro ou parceira…

4) Estimulantes moderninhos:

Considerando que todo mundo já tem vibrador, por que né, é um item básico na cabeceira de qualquer uma, faço também uma listinha de estimulantes para as mulheres mais moderninhos. Assim, de ínicio, podem parecer meio díficieis de usar ou meio bizarros mas sério, o prazer que eles proporcionam…é algo surreal.

- Bolinhas de pompoarismo. Para aquelas que já estão no estágio da coisa, ou quer chegar lá. Meninas, treinem pompoarismo. É algo incrível MESMO (e para as mais ousadas, a bolinha também pode ser usada para estimulação anal)

- O Polvo. Um puta vibrador. Não tem como descrever esse item sem usar palavrões. Porque quando uso, eles saem naturalmente…

- Bomba elétrica para estimular o clitóris. Sim, parece instrumento de tortura. Mas é uma delícia…

Aposto que com tudo isso, as transas vão ficar bem mais interessantes…

Beijinhos e boas compras!

Garota Penetra: Reta Final

seg, 31/03/14
por Bárbara |

Pessoal,

O Garota Penetra entrou na sua reta final! Depois de uma disputa acirrada pelos votos só sobraram três gatas, e somente uma delas vai se tornar a Garota Penetra 2014!
E são elas:

1) Daniele Picinatto

 2) Jéssica Benitez

3) Michele Diniz

Quem deve se tornar a nova Garota Penetra? Entre agora no site Garota Penetra 2014, escolha a sua favorita (se ainda não tiver uma) e vote quantas vezes quiser!
Para quem acompanha desde o início a disputa, o site recebeu fotos e um vídeo novo das finalistas…aproveite sem moderação.

Lembrando que as votações se encerram no dia 25/04 e a grande vencedora será anunciada no dia 10/05.

Beijinhos,

Toda nudez será castigada

sex, 28/03/14
por Bárbara |

Peço licença ao gênio Nelson Rodrigues para utilizar o nome de uma das suas mais famosas peças como o título deste post. E para discordar do nome, por que nem toda a nudez será castigada…
Navegando pela internet, achei a seguinte notícia, na página do globo online:  ”Nudez em festa do Rio gera controvérsia entre frequentadores“. A notícia trata sobre festas que estão acontecendo no Rio e em São Paulo, com um clima mais liberal e com pessoas mais descontraídas onde agora a moda é ficar pelado. Peladinho, como veio ao mundo. Frequentando essas festas, é bem comum encontrar um ser nu ali, outro aqui. Mas, só os homens. Ainda não tinhámos visto mulheres nuas até que, em uma festa no Rio, uma menina decidiu tirar a roupa. Tudo devidamente documentado em fotos sensacionais pelo pessoal do I Hate Flash. E aí começou a polêmica.

A tal foto polêmica (via ihateflash)

Aparentemente, mulher não pode tirar a roupa, mesmo em festas liberais. Teve uma chuva de comentários machistas depois da divulgação das fotos, julgando a tal menina em questão, tanto o comportamento quanto o caráter. Pelo visto, a patrulha da moral e bons costumes aceita tranquilamente homens pelados, mas quando é uma mulher é algo desnecessário, ela “quer aparecer”.

Por que um homem pode ficar nu e uma mulher não? Discordando mais uma vez do título da peça e do post, acredito que nenhuma nudez tem que ser castigada (claro, por favor, pessoal. Em lugares apropiados para ficar nu, sempre com consciência e tendo certeza que as pessoas ao seu redor estão no mesmo clima que você).

E, na mesma semana desta polêmica (que não deveria ser tratado assim, mas ok) saem mais duas outras notícias: “Para 65% dos brasileiros, mulher com roupa que mostra o corpo merece ser atacada” e “Para especialistas, mulheres ainda são vistas como propriedades“.

Isso me tira do sério. É simplesmente surreal ver notícias como estas, tanto da menina quanto as outras. A mentalidade machista está enraizada de tal forma na sociedade brasileira que somos obrigadas a ler notícias como esta e ver que pensamentos assim são mais normais do que parecem. Reflitam antes de sair por ai reproduzindo tais coisas e concordando cegamente. Por favor pessoal, mais amor e menos machismo, hipocrisia e preconceito.

Beijinhos,

Pornografia alimentar

qui, 27/03/14
por Bárbara |

Todo mundo aqui gosta de pornografia, certo? (Espero que sim!)
Eu posso dizer que sou uma viciada. Não consigo passar um dia sequer sem ver um filme ou cena pornô. Além do ato sexual em si, ver um pornô é uma das coisas que eu mais gosto de fazer…ligar minha tv ou computador e ver aquela cena, aquela performance e bem, me divertir sozinha…sempre pego inspirações em filmes pornô. E também gosto muito de me imaginar no lugar das atrizes…

Mas, obviamente, por mais que seja uma parte muito muito importante da minha vida, sexo não é minha única paixão. Ela divide espaço com outra paixão, que não é tão grande quanto sexo, mas que ocupa bastante espaço da minha vida também: comer. Sério, o prazer que eu sinto em comer e me alimentar bem só perde mesmo para o prazer que eu sinto quando transo ou vejo uma pornografia. Zerar a vida para mim é: depois de uma foda bem dada, ir para a cozinha fazer aquele assalto na geladeira e depois levar tudo para a cama e comer com quem esteja me acompanhando.

Onde eu quero chegar com isso tudo? Bom, aposto que muitos aqui já devem ter se deparado com pratos que eram pornográficos, certo? E usaram exatamente esta expressão ao ver tais obras de arte: “gente, isso é tão bom que chega a ser pornográfico!”.

Foi pensando nisso que Mathew Ramsey criou o Porn Burger. Acho que o nome já diz tudo né. Hambugueres. Pornografia. Hambugueres pornográficos de tão suculentos.

Apreciem sem moderação: pornburger.me

Beijinhos,

 

Erótika Fair 2014

qua, 26/03/14
por Bárbara |

Uma dica para o pessoal que mora em São Paulo ou esteja pela terra da garoa…

Amanhã começa a Erótika Fair 2014, a maior feira erótica do Brasil e quarta maior do mundo!

“A 21ª edição do evento acontecerá no moderno Imigrantes Exhibition & Convention Center entre os dias 27 e 30 de março de 2014, das 14h às 22h. O horário das 14h às 17h dos dias 27 e 28 será reservado para os profissionais do setor e, após as 17h, os portões serão abertos a todo o público, que poderá conferir as novidades do mercado em primeira mão, além de curtir shows sensuais, concurso de pole dance, brincadeiras sensoriais e muito mais. No final de semana (dias 29 e 30), os portões abrem às 14h para todos os visitantes.” (Erótika Fair)

Para o mercado, é sensacional existir a Erótika e o seu crescimento ano a ano. O público está começando a ficar menos inibido e começando a participar de enventos deste tipo. O aumento de público mostra que mais e mais pessoas estão interessadas em novidades no âmbito do sexo, em descobrir mais coisas, em descobrir a sua sexualidade. Casais, solteiros, solteiras, hétero, bi, gay, todos convidados para ver as novidades do mercado erótico.

E o que teremos na feira, para o grande público?

Erótika Shows

3ª edição Erótika Pole Dance Competition
Show Boys
Erótika Lingerie Fashion Show
Shows Burlescos
Drag Queen Silvetty Montilla
Strippers diversos e atrações dos expositores

Papo Erótiko

Ciclo de palestras e workshops ABEME e SEBRAE

Erótika Party

Festas no próprio local do evento (quinta, sexta e sábado)

Erótika Land (Brincadeiras Eróticas)

Cadeira Elétrica
Castelo dos Fetiches
Contatos Erótikos
Copa Erótika Fair de Futebol de Sabão
Labirinto das Sensações
Voyeur

Erótika Art

Exposição de arte erótica
Maxx Figueiredo
Sessão de filmes do Festival Pop Porn

Digital Erótika

Concurso para desenvolvedores de programas e aplicativos voltados ao mercado adulto, nos moldes da Campus Party

Erótika Car Wash

Lava-rápido erótico

Outro motivo muito bom que pode te levar a feira é a presença da badalada produtora internacial x-art. Eles misturam belíssimas atrizes – provavelmente as mais bonitas da indústria – com cenários espetaculares e uma fotografia arrasadora. Não são só filmes pornô, é pornô-arte ou como eles chamam art-core. É tiro-e-queda, acho que todos os filmes deles me deixam excitada.
Para o evento, eles vão trazer parte do seu elenco para distribuir autográfos, além de terem prometido performances e shows sensuais/eróticos.

E, já que tá ali, por que não presentear aquele alguém com um presentinho erótico? O Sexy Hot também marca presença na feira através da sua Loja de produtos eróticos, a Loja Sexy Hot! 
Quem estiver pela feira, não deixe de conferir e participar da ação e do barulho que o canal irá fazer por lá!

Beijinhos,

Um tapinha não dói?

ter, 25/03/14
por Bárbara |

Bom, o post de hoje vai ser sobre um assunto polêmico…na hora do sexo, um tapinha não dói?

Acredito que na hora do sexo, e com o consentimento de ambos (o mais importante), vale tudo entre 4 paredes. Tudo mesmo, só não vale sair insatisfeito. Se você está com alguém que você curte e vice-versa, rola amor, carinho e companheirismo, por quê não? Desde um tapinha, até coisas polêmicas – para os cuecas de plantão – como um beijo grego ou fio-terra.
Até ai nada muito polêmico e nada que saia muito do lugar comum né. É que, na verdade, gostaria de usar este tema como um ilustrativo para falar de outra coisa: o pudor.

Muitas mulheres gostam de levar um tapinha na hora do sexo. Muitas mesmo, tenho várias amigas que gostam de uma pegada mais forte…mas muitas tem medo de admitir isto. Não querem ser julgadas, não querem olhares tortos, etc. Enquanto isso, homens podem falar e admitirem o que bem entenderem em relação ao sexo, mas só se ele for o macho-alfa-dominante. Se um cara soltar por acaso que na hora do sexo curte um dedinho ali naquele canto escuro, adeus moral e vida social. Ele é gay, veado, gosta de ser dedado (como se ser gay fosse algo depreciativo). Pessoal (pelo menos quem me acompanha no blog, que já é um bom começo) vamos deixar de ser tão preconceituosos!

Sexo é vida. Se tratando de sexo, não devemos ter proibitivos. Não pode rolar um “não vamos tocar neste assunto”. Qual o problema de abordar todos os assuntos na cama? Eu APOSTO que o amor e o companheirismo em relações assim só crescem e tornam os laços mais fortes. Se ele ou ela te julgar, pelo menos serviu para você ver que ele ou ela não te merecia. O machismo é algo ruim para a mulher. É algo terrível. Mas tem seus lados terríveis para homens (tenho amigos que são héteros convictos, pegadores e não largam de mão rolar um dedinho ali). Isso não os torna menos homem, até por que nada em relação a sexo para mim torna ninguém menos que ninguém (sempre, claro, com consentimentos!).

Resumindo: se você gosta de tomar um tapinha, fale. Conversem. Cheguem a um consenso. Se você, homem, quer experimentar coisas diferentes, fale também. Conversem, conversem sempre! Entre um casal não pode existir tabus. Pessoas mais felizes no sexo, plenamente satisfeita, são pessoas mais felizes na vida. E acho que em todos os lugares estamos precisando disto.

Beijinhos!