Olha, amor, sem as mãos!

ter, 01/10/13
por Bárbara |
categoria comportamento

Taradinhos e taradinhas,

Com nossas mãos fazemos várias coisas no automático, que nem percebemos. Ninguém pensa em dobrar as falanges dos dedos, juntamente com a flexão de algum ligamento, somado ao curvamento do punho… Não!
Fazemos e pronto.

E essa automaticidade serve para que nos preocupemos com outras coisas e calculemos outros fatores.

Fatores esses que são desde sensações, percepções, até cálculos físicos, como distância, altura…

E na hora do sexo é a mesma coisa, a mão é um agente imprescindível, ou quase!
Alguém já tentou transar sem as mãos?
Fiquei pensando nisso…

Óbvio que você precisa se apoiar e tal, mas não é disso que estou falando e sim usar as mãos para dar aquela pegada.

Bom, existem algumas manobras que você podem tentar para brincar um pouco.
Coisas simples mas que podem aguçar outros sentidos e dar aquela apimentada na hora H.

Vamos a elas:

Gelo;
Não é tãããoo original assim, na verdade é mais velho que guaraná de rolha. Mas tem coisas que não saem de moda!
Coloque um cubo de gelo na boca e faça a mágica. Passe por todo o corpo do(a) parceiro(a), deixe na sua boca o suficiente pra deixa-la dormente e fazer algumas brincadeiras. Aí entra seu charme em sensualizar, que vai de cada um. Mas lembre-se o lance aqui é não usar as mãos.

Dominado;
A brincadeira aqui é a submissão de ficar amarrado(a) e se deixar ser provocado. E pra quem está provocando, é utilizar o máximo de recursos possíveis sem a ajuda das mãos. Pontas dos cabelos, boca, respiração, sussurros, roçar os corpos… Bom, usar a imaginação é imprescindível. Amarre o(a) parceiro(a) com o que tiver à mão e faça a festa!

Rebolando e encaixando;
Essa é exclusividade feminina! E depois de brincar nas preliminares com o gelo e com a submissão, é hora de meter!
As mãos estão fora do jogo, então nem pense em usa-las.
A posição é ela por cima dele, de frente ou de costas (mas já voltamos a isso). Rebole gostoso, até conseguir encaixar o pau e dê aquela provocada. Encaixou? Tá tudo certo? Então não pare, rebole, mas rebole beeem. É da sabedoria popular que uma boa rebolada pode fazer milagres, e (voltando ao frente ou costas) se você estiver de frente vai deixá-lo louco. Homens adoram essa posição, porque tem acesso tanto aos peitos –nessa nossa brincadeira não pode mão, mas a boca tá liberada– quanto ao seu olhar de tesão durante a foda. E o contato visual dá um tesão danado!

Banho;
O sexo foi ótimo, a energia e todos os fluidos foram liberados. Hora daquele banho revigorante (pra quem sabe mais um tempo de jogo), mas o mais importante é se ensaboarem sem usar as mãos. Olha, é divertido demais. No início vai ser um pouco atrapalhado e com aqueles risinhos, mas assim que o clima for esquentando, vocês se esfregando, o tesão vai aumentando e a coisa fica séria. Usem e abusem da boca, dos peitos, pernas… Tudo! Quem sabe o que pode acontecer depois?

Gostaram?
As dicas são de um Casal que eu adoro!

Pratiquem e me contem como foi.
Eu já brinquei e ó, recomendadíssimo!

;)

Beijinhos minhas delícias

Anne Hathaway é flagrada sem calcinha

qua, 12/12/12
por Bárbara |

Eu acho que é  muito desapego ir pra festa do filme em que você é a estrela principal e não usar calcinha… Aliás, na minha bárbara opinião, acho muito desapego não usar calcinha em qualquer situação!

Pois a celebridade da vez a ser clicada sem calcinha foi Anne Hathaway!

Os paparazzi que compareceram à première do filme “Os Miseráveis”, em Nova York, não se deram por satisfeitos em fotografar Hathaway, uma das estrelas do filme, no tapete vermelho.

A atriz foi flagrada – com um clique maldoso – no momento em que descia do carro. Nada demais até então. O problema (ou solução para muitos) é que Anne estava sem calcinha e foi pega de surpresa. A imagem foi publicada no site da revista americana USWeekly.

Clique AQUI e veja a mesma foto sem tarja!

 

Uma pegada meio dominatrix dela, né?!  Por isso que dizem (e é fato!) que as com cara de santinha são as mais safadinhas.

Bom, pelo menos é ‘menos pior’ mostrar a xaninha do que sair com essa sapato/bota horrível, isso sim é motivo de vergonha….hehehehe

 

Leia também:

- Ranking das celebridades sem calcinha

- Emma Watson é  flagrada mostrando a xaninha

- Madonna usa calcinha indiscreta e mostra mais que a virilha

- Britney flagrada sem calcinha?

- A virilha da Britney

- Britney Spears com a perereca solta

Ranking das celebridades sem calcinha

qua, 18/01/12
por Bárbara |
categoria celebridades

Não é raro surgir na imprensa que cobre o mundo de celebridades notícias sobre alguma atriz ou cantora famosa que teve suas partes íntimas flagradas por alguns paparazzi. Numa rápida busca pelos termos “sem calcinha” no Google, você encontrará aproximadamente 1,89 milhões de páginas.

Com base na quantidade de resultados do Google, o blog Lista10 fez um ranking das dez celebridades que mais se destacaram na mídia por estar sem a calcinha.  Na maioria das estrelas flagradas,  já não foi a primeira vez. E, provavelmente, não será a última… Confere só!

 

10ª – Abi Titmuss

 

9ª – Naomi Campbell

 

8ª – Christina Aguilera


 

7ª – Ashley Roberts


6ª – Lily Allen


 

5ª Juliana Paes


 

4ª – Lady Gaga


 

3ª – Paris Hilton


 

2ª – Lindsay Lohan


1ª – Britney Spears


Queridos taradinhos, por favor não reclamem! O blog possui um conteúdo bem liberal, mas nem por isso eu posso postar fotos de mulheres com a xaninha explícita!

Se vocês querem admirar algumas periquitas, vão lá no canal e no site do Sexy Hot ver um bom filminho pornô, pois lá impera uma sacanagem da melhor qualidade, sem tarjinhas censuráveis. rs

“Heavy Petting”, o sexo sem penetração

qui, 05/01/12
por Bárbara |
categoria .

Taradinhos queridos, prestem atenção nesse post, pois provavelmente vocês já fizeram e/ou fazem sem saber o que é…

No dicionário de inglês, o termo se refere para descrever o ato de mútua masturbação. Seria um “quase sexo”, pois rolam apenas nas preliminares (não existe tradução técnica para o vocábulo, mas entenda como o velho e bom “amasso”, “sarrinho”).

A prática é bastante utilizada por casais e noivinhos que querem manter seus votos, e não quebrar os princípios de suas crenças ou religiões. Bem feito, é gostoso, instigante demais, sadio, entretanto, para alguns o sexo com penetração antes do casório é considerado um grande pecado!

Para os adolescentes, ser pego em flagrante praticando o Heavy Petting pode ser constrangedor e terrível! Mas não é só o risco do flagrante. A coisa vai ficando gostosa, se tornando frequente, e o casalzinho animado pode fácil, fácil passar dos limites. Um risco se tratando de respeitar as “fases do namoro”…

Outra coisa: já que estamos falando em chegar ‘aos finalmentes’, (leia-se gozar!); há uma troca de fluidos ainda que pequena e a possibilidade de gravidez ou risco de doenças sexualmente transmissíveis. Torno a repetir que todo cuidado é pouco!

Mas calma, gente; tem o lado bom também! Feito com responsabilidade, a frequência ajuda a conhecer melhor os limites do corpo cada um, a ter confiança, e fortalecer a intimidade com o parceiro. Nos permite explorar e ser explorado nos nossos pontos ‘fortes e fracos’. É uma fase importante na vida sexual de cada um, e inesquecível. Pode perguntar a qualquer adulto e acho que mais de 90% deles irão se lembrar daquele primeiro grande amasso em suas vidas.

Eu, particularmente, acho arriscado o Heavy Petting e considero apenas um nome sofisticado para “tortura”… heheh. Prefiro indicar (mesmo que soe como ‘corta-onda’) a velha e confiável aliada, a camisinha, sempre! Porém, desde que haja juízo, controle (físico e mental) e responsabilidade…

Me inspirei e traduzi daqui

Após 5 anos sem sexo, mulher (ainda virgem) anula casório

qui, 29/09/11
por Bárbara |
categoria comportamento

Adoro essas curiosas histórias sexuais, que acontecem ao redor do mundo. Aliás, quando se trata de sexo, tudo é possível!

Um tribunal da cidade de Rosário, na província argentina de Santa Fé, anulou um casamento ao se constatar, clinicamente, que a mulher continuava virgem, após cinco anos de casada.

O Tribunal da Família disse à BBC Brasil que a Justiça atendeu ao pedido feito pela mulher, que argumentou querer ter filhos e que desta maneira “não seria possível construir uma família”. A decisão foi tomada em julho, mas divulgada somente na semana passada. Na decisão judicial de quatro páginas, a mulher foi identificada pelas iniciais D.M.C e o marido como D.C.S.

D.M.C. contou ao juiz que conheceu o marido em 1998 e que lhe disse que queria casar virgem, por questões religiosas. O então futuro marido aceitou o pedido e o casamento ocorreu em abril de 2005. Ela declarou à Justiça que quase quatro anos mais tarde, em novembro de 2008, não tinham feito sexo e deixaram de dormir juntos.

Na ação, a mulher declarou à Justiça que o marido seria “impotente”. O juiz pediu exames médicos para o casal para verificar a acusação da mulher. Em janeiro de 2009, D.M.C foi submetida a exames ginecológicos que confirmaram sua virgindade. O marido, porém, rejeitou a determinação judicial e não fez os exames solicitados. De acordo com a cópia das declarações do casal feitas à Justiça, o homem teria afirmado que era ela quem não queria fazer sexo, “porque lhe dava nojo”.

A advogada especializada em direito familiar Marta Carnielli disse que em 38 anos de carreira viu apenas um caso parecido, mas que, na ocasião, “os exames médicos mostraram que ele tinha dificuldades para fazer sexo com a mulher”.

Uns com tanta facilidade, outros com problemas sérios! Não entendo como a noivinha demorou cinco anos para reclamar! Comentar o que, né?!

Apenas resumirei esse post com uma sábia e ótima frase de Millôr Fernandes: “De todas as taras sexuais, não existe nenhuma mais estranha do que a abstinência!”

Li na Folha

Prazer sem compromisso

ter, 13/09/11
por Bárbara |
categoria comportamento
| tags , , , ,

“O sexo sem amor é uma experiência vazia…

Mas como experiência vazia, é certamente a melhor!”

(Woody Allen)

 


Padre se recusa a celebrar casamento de noiva sem calcinha

sex, 29/07/11
por Bárbara |
categoria amador

Vocês que acompanham o meu blog,  já perceberam que volta e meia pintam algumas notícias bizarrinhas, mas divertidíssimas. Cada uma mais absurda que a outra! Eis que trago pra vocês mais  um draminha-cômico da raça humana :

O padre Jonas Mourinho, de 68 anos, responsável pela Paróquia Sagrada Família, no bairro do Vergel, na periferia de Maceió, Alagoas, surpreendeu os 230 convidados de uma celebração de casamento religioso ao cancelar o evento devido à ausência de vestimenta íntima da noiva. O religioso já não havia gostado de notar o imenso decote nas costas do vestido de noiva de uma professora, de 25 anos. Imediatamente após sua chegada no altar, quando se colocou de frente para o noivo, o padre percebeu que o decote da moça permitia ver a ‘retaguarda’.

No mesmo momento, ele solicitou que a noiva acompanhasse uma ministra da eucaristia até a sala de sacristia para averiguação. A ministra confirmou a suspeita do padre e o informou sobre o veredito. Depois de comunicar aos pais dos nubentes a decisão, o padre Jonas foi até ao altar, avisar aos convidados que o casamento não seria realizado, pois a noiva “não estava respeitando o altar sagrado”.

O padre afirmou que “é uma profanação a pessoa subir ao altar sem vestimentas íntimas”. Ele ainda disse que a ministra da eucaristia notou que “a noiva estava totalmente depilada na região pubiana, o que para o pároco é um flerte com a pedofilia”.

Segundo o padre Jonas “os pêlos pubianos marcam a transição entre a infância e a vida adulta, portanto retirá-los seria realizar apelo pedófilo para a prática sexual”. A noiva confirmou que estava sem calcinha e disse que se o padre notou este detalhe é porque “ao invés de celebrar ele estava pensando em taradice comigo”.

Que barraco inacreditável, em pleno casório! heheeh. E o caso ainda se encerra com chave de ouro:

Depois do episódio, o padre Jonas deixou afixado na apostila do curso de noivas dois avisos: “Noiva sem calcinha é Satanás na cabecinha!” e “Vagina careca é o diabo na boneca!”. Assim, ele espera não mais viver esse tipo de constrangimento no altar…

E você, o que acha? Exagero do padreco ou noiva sem noção?

Catei a pérola aqui